Polícia identifica assassina de maranhense em Florianópolis

O corpo da jovem Braieny foi velado nesta quinta-feira (11), no bairro São Bernardo, em São Luís.

Por Josemar 12/01/2018 - 07:38 hs

Polícia identifica assassina de maranhense em Florianópolis
Braieny foi morta por uma mulher na área central de Florianópolis, na última quinta-feira (11) (Foto

A Polícia Civil de Santa Catarina já identificou a mulher que assassinou a maranhense Braieny Alves, em Florianópolis, Santa Catarina. O corpo da jovem foi velado nesta quinta-feira (11), na Igreja Assembleia de Deus, no bairro São Bernardo, em São Luís.

O velório ocorreu após uma espera de sete dias pela família. A irmã de Braieny, Bruna Diniz, disse que a família está inconformada com o caso.

“A gente nunca imaginava que a gente fosse esperar o corpo da minha irmã dentro de um caixão. Sempre ela vinha alegre, sempre ela vinha nos braços da família. Aconteceu isso e está sendo um choque para a família toda. Tiraram não só uma vida, tiraram a vida de toda uma família”, declarou.

Braieny foi assassinada na última quinta-feira (4) próximo de uma casa noturna. Após manter uma conversa com duas mulheres, tiros foram disparados deixando Braieny Alves morta, de acordo com imagens colhidas de uma câmera de segurança.

Entenda o caso

Segundo a polícia catarinense, que investiga o caso, a jovem foi abordada por duas mulheres próximo de uma casa noturna situada na rua Major José Augusto de Farias, na área central de Florianópolis. Após manter uma conversa com as suspeitas, tiros foram disparados e logo em seguida as suspeitas fugiram em um automóvel, deixando Braieny Alves caída no chão.

Braieny Alves Soares, que já trabalhava como dançarina deixou São Luís há um mês. A ideia era conseguir dinheiro para comprar uma casa para a família e terminar de pagar a sua faculdade.